Mundo

Caso de homicídio com 40 anos resolvido graças a podcast

Loading...

Australiano condenado a prisão perpétua pelo homicídio da mulher.

Lynette Dawnson desapareceu em 1982. O caso esteve sem solução até esta segunda-feira. O marido, Christopher Dawson, foi condenado a prisão perpétua pelo homicídio de Lyn.

O motivo terá estado relacionado com o caso extraconjugal que Christopher mantinha com uma rapariga de 16 anos, que era ama das duas filhas do casal.

A jovem ter-se-á mudado para a residência do casal pouco depois do desaparecimento de Lyn. E casou-se com Christopher em 1984, mas o casal separou-se em 1990.

Christopher garante que Lynette fugiu e que chegou a contactá-lo a dizer que precisava de espaço.

O tribunal reconhece que as provas são circunstanciais, uma vez que o paradeiro do corpo é desconhecido, mas o juiz considera que os indícios e incongruências no relato de Christopher são suficientes para fechar o caso.

Últimas Notícias
Mais Vistos