Mundo

Pacto suicida ou tentativa de homicídio? O “desfecho triste” de um “casamento feliz”

Pacto suicida ou tentativa de homicídio? O “desfecho triste” de um “casamento feliz”
Masako Ishida
Casal de 90 anos está em tribunal no Reino Unido.

Um homem de 90 anos está a ser julgado no Reino Unido por ter atacado a mulher enquanto esta dormia. O caso aconteceu a 22 de setembro de 2021 e o idoso alega que o casal tinha feito um pacto suicida.

Na madrugada dessa noite, Edward atacou a mulher e, em seguida, usou a faca em si próprio. Na chamada que fez para os serviços de emergência, contou que esfaqueou a mulher porque já não aguentava mais.

Quando a operadora dos serviços de emergência lhe explicou como parar a hemorragia, Edward recusou, respondendo que ambos queriam morrer, diz a BBC.

“Não quero parar a hemorragia. Queremos morrer”.

Versão que mantém em tribunal, alegando que tanto ele como a mulher, Joan, tinham feito um pacto suicida. Algo que a idosa de 90 anos nega.

“Durante a chamada [para os serviços de emergência], é possível ouvir Joan a pedir ajuda”, informa o procurador do Ministério Público britânico.

Num vídeo divulgado em tribunal, Joan afirma que não tinha acontecido “nada de especial” antes do ataque e que nada indicava que o marido pudesse estar stressado, tendo-se despedido dela nesse dia com um beijo de boas noites.

Depois de ter ficado cega, Joan ficou mais dependente da ajuda do marido, mas o “dinheiro não era um problema” e poderiam ter contratado apoio caso Edward se sentisse sobrecarregado, explicou a mulher em tribunal.

Joan revelou ainda que a relação entre os dois era “perfeita”.

“Ele nunca me tocou. Era um homem maravilhoso. Eu adoro-o e ele adora-me”.

Citado pela BBC, o procurador do caso lamentou “desfecho triste de um casamento feliz”, mas garantiu que “nem a sociedade nem a lei” permitem que “no calor do momento” alguém tente colocar um ponto final à vida de outra pessoa.

Últimas Notícias
Mais Vistos