Mundo

Político detido por suspeita de assassínio de jornalista em Las Vegas

Polícia junto à casa do responsável político do condado de Clark, Robert Telles.
Polícia junto à casa do responsável político do condado de Clark, Robert Telles.
John Locher
O repórter de investigação Jeff German estava a trabalhar numa série de artigos, nomeadamente sobre alegadas irregularidades do responsável político do condado de Clark, Robert Telles.

A polícia norte-americana anunciou esta quinta-feira a detenção de um suspeito do assassínio de um jornalista em Las Vegas e os meios de comunicação locais informaram que se trata de um político investigado pelo repórter.

"O suspeito do homicídio de 2 de setembro de 2022 foi detido", lê-se num breve comunicado da polícia de Las Vegas, que não divulga o nome do suspeito ou quaisquer pormenores adicionais.

Segundo o jornal Las Vegas Review-Journal, o repórter de investigação Jeff German estava a trabalhar numa série de artigos publicados neste mesmo diário, nomeadamente sobre alegadas irregularidades do responsável político do condado de Clark, que inclui Las Vegas, Robert Telles.

O diário identificou o detido como o administrador público do condado de Clark, Robert Telles, de 45 anos, citando o xerife do condado de Clark, Joe Lombardo.

Os documentos da detenção do condado de Clark mostram que o político está sob custódia policial para ser investigado por suspeita de homicídio. Na quarta-feira, a televisão local KTNV relatou uma busca policial na casa de Telles.

Jeff German, de 69 anos, foi encontrado morto no sábado junto à sua casa. Segundo os meios de comunicação locais, o jornalista foi esfaqueado várias vezes e a polícia de Las Vegas anunciou a abertura de uma investigação de homicídio.

Poucos dias depois, a polícia divulgou imagens do principal suspeito e de um veículo que acreditam estar ligado ao homicídio. Segundo o jornal, há vários meses que German publicava artigos sobre a gestão de Telles, nomeadamente sobre um serviço local responsável pela gestão dos bens de pessoas que morreram sem testamento.

O jornalista também relatou várias queixas contra Telles, em particular por assédio e favoritismo.

"A detenção de Robert Telles é um grande alívio e um escândalo para a equipa editorial do Review-Journal", disse o seu editor, Glenn Cook, citado pelo órgão de imprensa.

"Estamos aliviados que Telles esteja sob custódia e indignados que um colega tenha sido morto aparentemente por investigar um funcionário público eleito", referiu Cook.

Jeff German tinha pedido recentemente acesso aos registos de comunicações entre Telles e três outros funcionários do condado, indicou o Review-Journal. Telles deve comparecer ao tribunal na tarde desta quinta-feira, de acordo com os documentos da detenção do condado de Clark.

Últimas Notícias
Mais Vistos