Mundo

Lar de Taiwan contratou stripper para militares reformados e acabou a pedir desculpa

Lar de Taiwan contratou stripper para militares reformados e acabou a pedir desculpa
Natnan Srisuwan
O lar proporcionou os seus residentes em cadeira de rodas um momento erótico num feriado importante na cultura chinesa.

Um lar de idosos taiwanês teve de pedir desculpas após contratar uma stripper para fazer um espetáculo para militares reformados em cadeiras de rodas, na quinta-feira passada, durante as comemorações do Festival da Lua.

O Taoyuan Veterans Home, uma instituição estatal para militares reformados, proporcionou os seus residentes um momento erótico no Festival da Lua, um feriado importante na cultura chinesa, no qual são celebradas as colheitas de arroz e trigo do outono.

O vídeo da dança sensual foi filmado por um participante e publicado nas redes sociais, tornando-se rapidamente viral.

Uma parte da gravação mostra uma mulher mascarada, de lingerie, a dançar no colo de um idoso.

No entanto, a instituição sentiu-se atingida pelas reações negativas e divulgou um comunicado, segundo o jornal norte-americano New York Post.

“A intenção do evento era entreter os residentes e fazê-los felizes. Lamentamos muito a ofensa que foi causada”, lê-se.

Um porta-voz do lar acrescentou que as festas do Festival da Lua foram canceladas nos últimos dois anos devido à covid-19, e, para levantar o ânimo dos residentes, organizaram um espetáculo com uma stripper.

A fonte admitiu que as ações da dançarina foram “muito entusiasmadas e ardentes” e que o lar seria “mais cauteloso” no planeamento de eventos no futuro.

Últimas Notícias
Mais Vistos