Mundo

Migrantes usados como arma de campanha nos Estados Unidos

Loading...
Entre outubro do ano passado e julho deste ano, a guarda fronteiriça do país deteve 1 milhão e 800 mil pessoas.

A poucas semanas das eleições intercalares nos Estados Unidos, os migrantes estão a ser usados como arma de campanha. Os governadores republicanos, do Texas e da Florida, estão a enviar aviões e autocarros, com migrantes, para os Estados governados pelos democratas.

Os migrantes voltam a ser usados como arma a poucas semanas das eleições intercalares de novembro, nos Estados Unidos. A tática é expedir, para estados governados por democratas, aviões e autocarros com dezenas de pessoas que ainda estão à espera para saberem se vão, ou não, ter um visto para permanecerem no país.

No centro da polémica, estão os governadores republicanos do Texas e da Florida. Segundo alguns jornais, Ron de Santis, o governador da Florida, já tinha expedido um avião com dezenas de migrantes para Martha's Vineyard - um famoso destino de férias para milionários, no estado do Massachusetts -, sem avisar previamente as autoridades locais. Também Gregg Abbot, governador republicano do Texas, usou a mesma tática e já enviou milhares de migrantes para outros estados.

No fim da semana passada, mais de 40 migrantes, incluindo mulheres e crianças, foram deixados à porta da residência oficial da vice presidente Kamala Harris, em Washington.

Últimas Notícias
Mais Vistos