Mundo

Arguido agredido à entrada do julgamento de um dos piores acidentes de comboio em Espanha

Arguido agredido à entrada do julgamento de um dos piores acidentes de comboio em Espanha
LAVANDEIRA JR
Acidente aconteceu em 2013. Comboio seguia ao dobro da velocidade permitida.

Nove anos depois, o julgamento de um acidente de comboio que matou 80 pessoas e feriu 145 em Espanha arrancou esta quarta-feira com um incidente à porta do tribunal, em Compostela.

Um dos principais arguidos, o antigo diretor da segurança ferroviária, foi agredido por um dos familiares das vítimas que aguardavam pelo início do julgamento. No banco dos réus está ainda o maquinista do comboio.

Loading...

Ambos estão acusados de negligência e de falharem na avaliação de risco e da segurança do comboio de alta velocidade que descarrilou a mais de 170 quilómetros por hora, quase o dobro do limite de velocidade, e que acabou embater num muro de betão.

Os dois arguidos enfrentam penas até quatro anos de prisão. A suspensão de funções e indemnizações que podem chegar aos 58 milhões de euros.

Últimas Notícias