Mundo

Sismo no noroeste do Irão faz mais de 500 feridos

Sismo no noroeste do Irão faz mais de 500 feridos
AMIR HOSSEIN TALEBI
O terramoto e as suas réplicas "destruíram 50 casas e danificaram outras 500 em 12 aldeias da província"

Mais de 500 pessoas ficaram esta quarta-feira feridas, a maioria sem gravidade, durante um terramoto de magnitude 5,4 na escala de Richter no noroeste do Irão, divulgaram os meios de comunicação locais.

"O sismo, que atingiu uma profundidade de 10 quilómetros na província do Azerbaijão Ocidental, feriu 528 pessoas, das quais 135 foram hospitalizadas", disse o governador regional Mohammad Sadegh Motamedian, na televisão estatal iraniana.

O terramoto e as suas réplicas "destruíram 50 casas e danificaram outras 500 em 12 aldeias da província", acrescentou Motamedian.

A televisão estatal transmitiu vídeos da destruição causada pelo terramoto, que ocorreu por volta das 03:30, no horário local (01:00 em Lisboa).

O porta-voz do serviço de emergência do país, Mojtaba Khaledi, afirmou à televisão estatal que a eletricidade e a água foram cortadas em aldeias "perto das cidades de Salmas e Khoy, próximo ao epicentro do sismo".

O Irão fica localizado onde várias placas tectónicas se encontram e experimenta atividade sísmica frequente.

O terramoto mais mortal no Irão foi de magnitude 7,4 em 1990, que matou 40.000 pessoas no norte do país, feriu outras 300.000 e deixou meio milhão de desalojados.

Em 2003, um sismo de magnitude 6,6 no sudeste do Irão devastou a antiga cidade de tijolos de barro de Bam e matou pelo menos 31.000 pessoas.

Últimas Notícias