Mundo

Vários mortos, incluindo crianças, em acidente de autocarro no Paquistão

Autocarro incendiado no Paquistão
Autocarro incendiado no Paquistão
AKRAM SHAHID
Os acidentes fatais são muito comuns no Paquistão devido ao mau estado das estradas, veículos pouco conservados e pela direção imprudente dos condutores.

Pelo menos 18 pessoas, incluindo 12 crianças, morreram num incêndio no autocarro que as levava de volta para a sua aldeia, após terem sido deslocadas pelas inundações que atingiram o Paquistão neste verão, disseram hoje fontes oficiais.

As vítimas "estavam a voltar para a sua aldeia quando foram apanhadas neste acidente", disse Vinod Kumar, um responsável de saúde da região, à agência de notícias AFP no local do incidente.

"Aparentemente, o fogo começou no sistema de ar condicionado do autocarro, mas a investigação vai revelar a causa real", disse Hashim Brohi, um responsável da polícia paquistanesa, também presente no local.

O incêndio no autocarro ocorreu na noite de quarta-feira para hoje, após o veículo ter saído de Carachi, no sul do país, onde os passageiros estiveram alojados após serem afetados pelas inundações causadas pelas chuvas de monções.

Os acidentes fatais são muito comuns no Paquistão devido ao mau estado das estradas, veículos pouco conservados e pela direção imprudente dos condutores.

Cerca de 1.700 pessoas morreram devido às inundações desde o início das monções em junho, cuja severidade as autoridades paquistanesas atribuem às mudanças climáticas.

Um terço do país foi atingido por grandes inundações e oito milhões de pessoas foram deslocadas, dois milhões de casas ficaram destruídas ou danificadas e 1.500 hospitais e clínicas sofreram grandes danos.

Os prejuízos foram estimados em 28 mil milhões de dólares e uma crise sanitária ameaça agora os deslocados.

As águas estão a começar a baixar lentamente nas áreas inundadas e muitos deslocados, que se refugiaram em acampamentos improvisados, agora estão a voltar para casa para tentar reconstruir as suas vidas.

Últimas Notícias