Mundo

Inteligência artificial dá o primeiro passo nos perfumes personalizados

Inteligência artificial dá o primeiro passo nos perfumes personalizados
Canva

Jornalista que experienciou a criação de perfumes diz que foram feitos em minutos.

Uma empresa na Holanda está a utilizar inteligência artificial para criar perfumes únicos. A correspondente da BBC Anna Hollingan experienciou a criação do perfume personalizado.

Se pudesse estar noutro lugar agora, qual seria? Esta é uma das perguntas feitas pelo sistema ScenTronix. O sistema faz perguntas e, consoante as respostas, distribui três aromas a partir de algoritmos que analisam os dados.

A inteligência artificial analisa os dados mais rápido que os humanos.

A jornalista que experienciou a criação de vários perfumes diz que foram feitos "em minutos".

A empresa pede "feedback" para poder melhorar e tornar-se "mais inteligente".

Os responsáveis reconhecem que há um "caminho a percorrer" para entender a tecnologia global. Admitem ainda que querem expandir o conceito a nível geográfico, com informações sobre culturas diferentes, e ainda a novos públicos e géneros.

"Esta é a primeira coisa que vamos fazer".

Últimas Notícias
Mais Vistos