Mundo

Dezenas de mortos em deslizamentos de terras e inundações nas Filipinas

Dezenas de mortos em deslizamentos de terras e inundações nas Filipinas
PHILIPPINE COAST GUARD / HANDOUT

As fortes chuvas começaram no final da quinta-feira, arrancando árvores e causando grandes inundações na cidade de Cotabato

Pelo menos 31 pessoas morreram no sul das Filipinas e nove foram dadas como desaparecidas devido a inundações e deslizamentos de terras provocados por chuvas fortes, segundo um novo balanço divulgado esta sexta-feira pelas autoridades locais.

O balanço anterior era de 13 mortos, numa altura em que as equipas de socorro tinham conhecimento do desaparecimento de sete pessoas.

A maioria das vítimas foi arrastada pelas águas ou atingida por deslizamentos de terras em três cidades de Maguindanao, uma região autónoma muçulmana na ilha de Mindanao.

"A quantidade de água da chuva que caiu durante a noite foi invulgar e correu pelas encostas das montanhas e rios", disse o ministro do Interior da região, Naguib Sinarimbo, à agência norte-americana AP.

“Espero que o número de baixas não aumente mais, mas ainda há algumas comunidades que não atingimos.”

Segundo a mesma fonte, a intensidade da chuva diminuiu esta sexta-feira de manhã, e as inundações começaram a regredir em várias cidades.

PHILIPPINE COAST GUARD / HANDOUT

Em declarações à agência francesa AFP, Sinarimbo precisou que os socorristas encontraram 16 corpos em Datu Odin Sinsuat, 10 em Datu Blah Sinsuat e cinco em Upi.

Várias pessoas foram resgatadas após terem subido aos telhados das suas casas, acrescentou.

As fortes chuvas começaram no final da quinta-feira, arrancando árvores e causando grandes inundações na cidade de Cotabato, com uma população de 300.000 habitantes.

A intensidade da chuva deve-se em parte à tempestade tropical Nalgae, segundo o serviço meteorológico em Manila.

A tempestade dirige-se para o norte das Filipinas, de onde elementos da proteção civil retiraram cerca de 5.000 pessoas.

As autoridades filipinas preveem que a tempestade atinja a região durante o fim de semana.

Últimas Notícias
Mais Vistos