Mundo

Elon Musk deixou de ser o mais rico do mundo, mas só durante duas horas

Elon Musk deixou de ser o mais rico do mundo, mas só durante duas horas
Ringo H.W. Chiu

Os maus resultados da Tesla contribuíram para esta descida temporária no ranking da Forbes.

Elon Musk deixou de ser a pessoa mais rica do mundo por alguns momentos. Esta quarta-feira, o fundador da Tesla e atual proprietário do Twitter foi ultrapassado por Bernard Arnault, chefe-executivo da Louis Vuitton, e a sua família. Mas voltou a recuperar o primeiro lugar duas horas depois.

Com uma riqueza avaliada em 185,4 mil milhões de dólares, Bernard Arnault e a sua família ascenderam ao lugar de mais ricos do mundo, segundo a revista Forbes. Mas a subida foi curta e acabaram por voltar a ocupar o segundo lugar, no mesmo dia. Nessa altura, Elon Musk apresentava um património de 185.3 mil milhões de dólares.

Desde 27 de setembro de 2021 que o fundador da Tesla ocupava o primeiro lugar da lista da Forbes. Nesse dia, o magnata norte-americano roubou “a medalha de ouro” ao fundador da Amazon, Jeff Bezos.

No entanto, a queda do valor das ações da Tesla tiveram impacto nesta descida temporária ao segundo lugar. Desde que Musk apresentou a proposta de compra do Twitter, em abril, a Tesla perdeu 47% do seu valor.

O património líquido do magnata norte-americana caiu para abaixo dos 200 mil milhões de dólares a 8 de novembro, quando os investidores da Tesla começaram a vender ações. Vários investidores temiam que Musk estivesse mais preocupado com a gestão do Twitter do que com a da empresa de veículos elétricos.

Além da Tesla e do Twitter, Elon Musk é também proprietário da empresa espacial SpaceX e da Neuralink – uma startup que está procurar criar chips para aplicar no cérebro humano.

Últimas Notícias