Mundo

Basquetebolista Brittney Griner já chegou aos EUA após 294 dias presa na Rússia

Loading...

Em junho, foi condenada a nove anos de prisão por tráfico de droga. Esteve presa 294 dias.

A basquetebolista norte-americana libertada de uma prisão na Rússia na sequência de uma troca de prisioneiros aterrou esta sexta-feira no Texas, Estados Unidos. Brittney Griner esteve detida quase 10 meses depois de ter sido condenada por tráfico de droga por transportar vaporizadores que continham óleo de canábis.

Além de ser uma das mais populares desportistas do Estados Unidos, a estrela da WNBA é ativista pelos direitos das mulheres negras e pela comunidade LGBTQIA+. Também por esta dimensão social, o processo foi visto como político.

Brittney Griner foi detida no aeroporto de Moscovo a 17 de fevereiro, uma semana antes do início da guerra na Ucrânia. Viajava com menos de um grama de óleo de cannabis em vaporizadores, legais nos Estados Unidos, mas proibidos na Rússia.

A libertação da desportista resultou de uma troca de prisioneiros acordada entre Washington e Moscovo. Os Estados Unidos libertaram Viktor Bout, ex-militar russo a cumprir 25 anos de prisão por tráfico de armas.

Antes de ser detido, em 2008, Viktor Bout - conhecido pelos serviços secretos norte-americanos como o mercador da morte - ocupou a lista dos mais procurados pela forma como durante décadas ajudou a armar grupos de guerrilha e organizações terroristas.

Últimas Notícias
Mais Vistos