Mundo

Homem ataca igrejas no sul de Espanha e mata um sacristão

Homem ataca igrejas no sul de Espanha e mata um sacristão
Nono Rico/Europa Press via AP

Um ataque a várias igrejas no sul de Espanha fez um morto e vários feridos. Homem terá gritado “Alá” e usado uma espécie de catana.

Uma pessoa morreu e outras quatro pessoas ficaram feridas esta quarta-feira num ataque em igrejas em Algeciras, no sul de Espanha, depois de agredidas com uma arma branca por um homem que já foi detido, segundo as autoridades espanholas.

O homem dirigiu-se a pelo menos duas igrejas no centro de Algeciras e, com gritos de "Alá", atacou várias pessoas com uma arma semelhante a uma catana, tendo uma delas, um sacristão, morrido, segundo autoridades espanholas e relatos divulgados pelos meios de comunicação social.

Outra das pessoas atacadas, um padre, ficou ferido com gravidade, segundo as mesmas fontes.

O ataque ocorreu por volta das 20:00 locais (19:00 em Lisboa) e, segundo o Ministério Público espanhol, está a ser investigado como "alegadamente terrorista".

Sánchez lamenta “terrível ataque”

O primeiro-ministro de Espanha, Pedro Sánchez, considerou "terrível" o ataque e manifestou apoio ao trabalho das forças de segurança.

"Quero enviar as minhas mais sinceras condolências aos familiares do sacristão falecido no terrível ataque de Algeciras. Desejo uma rápida recuperação dos feridos", escreveu Sánchez no Twitter.

O líder do governo espanhol e do partido socialista de Espanha (PSOE) manifestou ainda "todo o apoio ao trabalho" das forças de segurança do Estado.

Últimas Notícias
Mais Vistos