Opinião

"Foco incidiu-se no futebol e desprezou-se a vida financeira do Sporting"

"Foco incidiu-se no futebol e desprezou-se a vida financeira do Sporting"

SAD do Sporting precisa de 41 milhões de euros até 30 de junho.

António Ribeiro Cristóvão acredita que a direção de Frederico Varandas "não conhecia sequer profundamente" a situação económica e financeira do Sporting.

Numa análise à crise financeira da SAD do Sporting, o comentador da SIC diz que o foco esteve virado para o futebol da equipa principal dos leões e, por isso, "desprezou-se a parte importante da vida económica e financeira" do clube.

Ribeiro Cristóvão fala ainda sobre a análise da UEFA ao fair-play financeiro do Sporting, que pode impedir o clube de Alvalade de contratar e inscrever jogadores.