Opinião

Buraco negro "foi apanhado pelos cabelos"

O astrofísico José Pedro Mimoso explica como se desenvolveu este fenómeno.

Acabamos de assistir ao anúncio de mais uma extraordinária realização da ciência, Os buraco negros que a teoria da Relatividade Geral de Einstein previu foram finalmente captados em imagem pelo EHT (Event Horizon Telescope), um consórcio de radiotelescópios à escala do nosso planeta.

Estes fascinantes objetos cósmicos, pela sua própria natureza, não podem ser vistos diretamente. Por isso, o primeiro a ser agora “fotografado” foi apanhado pelos cabelos…isto é, pela auréola de luz que o envolve, devida à extrema curvatura do espaço-tempo na sua vizinhança.

Representa, tal como sucedeu com a recente descoberta das ondas gravitacionais, uma confirmação da teoria de Einstein e o resultado de fantásticos avanços tecnológicos na nossa capacidade de detetar sinais extremamente diminutos.

Portugal participa neste sucesso através da sua participação no radiotelescópio Alma, onde trabalha atualmente Hugo Messias que, até recentemente, foi investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (e do qual o IA é um “Centro de Competências”).

O feito hoje anunciado abre as portas a novas observações e reforça a nossa confiança nas nossas teorias, animando-nos a continuar a tentar desvendar o que existe no centro das Galáxias e no Universo em geral.

Ficamos expectantes de novas notícias do Cosmos!

  • No coração da Amazónia
    10:18