Opinião

"Utilização das casas de banho dos professores por crianças transgénero não está no despacho"

"Utilização das casas de banho dos professores por crianças transgénero não está no despacho"

José Seabra Duque considera que despacho dá uso a muitas interpretações.

Nuno Pinto, da associação ILGA Portugal, defendeu na SIC Notícias que o despacho foi feito em contacto direto com associações. Já o jurista José Seabra Duque diz que o despacho é amplo e que a questão da solução passar pela casa de banho dos professores não consta do documento.

  • “Entregues à Sorte” – Primeiro episódio
    30:41