Opinião

“Chega não é uma voz necessária nem construtiva que vá ter utilidade no Parlamento”

“Chega não é uma voz necessária nem construtiva que vá ter utilidade no Parlamento”

Luís Marques Mendes sobre a possibilidade de a extrema-direita chegar ao Parlamento.

O comentador da SIC diz que a decisão dos eleitores deve ser respeitada, mas pessoalmente preferia que o Chega não elegesse deputados.