Opinião

“Não é em público que se desautoriza um ministro das Finanças”

“Não é em público que se desautoriza um ministro das Finanças”

David Justino afirma que existem três erros na polémica entre Marcelo, Costa e Centeno.

Esta sexta-feira, no Expresso da Meia-noite, o vice-presidente do PSD aponta três erros dos intervenientes na polémica que envolveu a injeção no Novo Banco.

David Justino diz que Centeno deveria, antes de fazer a transferência, ter falado com o primeiro-ministro e esclarecido que era preciso pagar até dia 6 de maio.

O vice-presidente do PSD diz ainda que não devia ser em público que o Presidente da República desautoriza um ministro das Finanças.