Opinião

"Portugueses vão ter um novo BES transformado em companhia de aviação"

Análise de João Vieira Pereira e Paulo Baldaia.

A nacionalização da TAP deve avançar esta quinta-feira depois da reunião do Conselho de Ministros. Este não era o “plano A” do Executivo de António Costa, mas as negociações com os privados falharam.

De acordo com João Vieira Pereira, diretor do Expresso, a prioridade neste momento é arranjar uma solução para a transportadora nacional, com vista a colocar um ponto final ao impasse que se tem arrastado até agora. Defende também que a insolvência da TAP seria o pior cenário, porque Portugal precisa de "uma companhia aérea forte".

Também Paulo Baldaia, comentador da SIC, concorda com a necessidade do país ter uma companhia que opere a partir de Portugal, que possa chegar às comunidades portuguesas e que vá buscar turistas aos principais mercados. Contudo, lembra os milhares de milhões que serão necessários injetar numa empresa que só teve lucros em dois dos 45 anos de operação, fazendo uma alusão ao caso BES/Novo Banco.