Opinião

Sessão de cinema: “Cosmopolis”

Robert Pattison em "Cosmopolis": da saga "Twilight" para o cinema de Cronenberg

João Lopes

João Lopes

Crítico de Cinema

Adaptado do romance de Don DeLillo, “Cosmopolis” é um dos filmes de David Cronenberg em que o realismo social se transfigura em cenários apocalípticos — com Robert Pattinson

É caso para dizer: acontece aos melhores… “Cosmopolis”, produzido em 2012 pelo português Paulo Branco, é um daqueles filmes que não “funcionou” na altura da sua estreia, sendo talvez, ainda hoje, secundarizado, até mesmo pelos admiradores do seu realizador: o canadiano David Cronenberg. Podemos descobri-lo, ou redescobri-lo, agora numa plataforma online. Encontramos aqui uma invulgar confluência de talentos. A começar, claro, pelo romance de Don DeLillo que serviu de base ao argumento escrito pelo próprio Cronenberg. No papel central surge Robert Pattinson naquele que é o seu primeiro papel verdadeiramente adulto depois da saga “Twilight”. Isto sem esquecer que do elenco constam ainda, entre outros, Juliette Binoche, Sarah Gadon, Paul Giamatti e Samantha Morton. Dir-se-ia que estamos perante uma crónica social sobre o dinheiro e os seus poderes. A figura central, o milionário Eric Packer (Pattinson) é alguém que se desloca na sua limousine através das ruas de Manhattan, apenas para ir… cortar o cabelo. O certo é que, a pouco e pouco, aqueles com que se cruza e o a estranheza das situações que contempla vão transfigurando todos os cenários: a paisagem da grande metrópole parece conter os sinais de um apocalipse. Cronenberg é, afinal, um retratista dos enigmas e impasses das relações que se estabelecem entre personagens que desafiam todos os clichés. E isso tanto pode acontecer em narrativas de gosto fantástico — lembremos os exemplos de “A Mosca” (1986) ou “eXistenZ” (1999) — como em histórias que partem de pressupostos mais ou menos realistas. É o caso de “Cosmopolis”, um dos seus filmes mais intimistas e também mais poéticos, mesmo se se trata de uma poética da crueldade humana.

Filmin