Opinião

Hollywood, os Óscares & etc.

João Lopes

João Lopes

Crítico de Cinema

A Academia de Hollywood criou um site sobre a actualidade cinematográfica que, em qualquer caso, não esquece o seu imenso património: das memórias dos Óscares à vida do cinema em pandemia, encontramos de tudo um pouco.

A página de entrada do site A.frame é francamente apelativa. Num ambiente gráfico simples e elegante, deparamos com a cabeça metalizada de uma figura humanóide: em boa verdade, trata-se de Alicia Vikander em “Ex Machina” (2014), um belo drama futurista assinado por Alex Garland.

Em qualquer caso, não estamos no domínio da ficção científica. “A. Frame” é uma derivação do site oficial da entidade que atribui os Óscares, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood [AMPAS]. O seu conteúdo aposta em lidar com a actualidade através de notícias e entrevistas sobre a indústria e o comércio cinematográfico, além de muitas memórias e evocações, em particular através das mais diversas listas (em forma de Tops).

Por exemplo, podemos ficar a saber qual o Top 5 dos melhores filmes de sempre para o sul-coreano Bong Joon Ho, realizador de “Parasitas” (2019). As suas escolhas dividem-se entre a Ásia e a América. Assim, há um título do seu país, “The Housemaid” (1960), de Ki-young Kim, outro do Japão, “Cure” (1997), de Kiyoshi Kurosawa, a par três filmes lendários dos EUA: “A Sede do Mal” (1958), de Orson Welles, “Psico” (1960), de Alfred Hitchcock, e “Touro Enraivecido” (1980), de Martin Scorsese.

Entre os artigos mais recentes, encontramos um perfil de Ennio Morricone assinado pela compositora Wendy Blackstone, um artigo sobre o tempo de pandemia vivido pelo director de fotografia Lawrence Sher (responsável pelas imagens de “Joker”), além de vários textos sobre os efeitos do Covid-19 nas salas dos EUA. Isto sem esquecer que, regularmente, são disponibilizadas curtas-metragens — a última a ser colocada no site é “Garden Party”, uma das nomeadas para o Óscar de melhor curta de animação referente a 2017.

Longe de qualquer visão pitoresca ou caricatural do mundo do cinema, este é um verdadeiro site de informação e celebração da vida dos filmes. E tanto mais que a relação com a actualidade se conjuga com uma cuidada divulgação do património de Hollywood, por vezes através de videos muito sugestivos. Eis um exemplo, por certo dos mais populares, sobre a origem do nome “Oscar” para as estatuetas douradas da Academia.