Opinião

Sessão de Cinema: “O Dia Mais Longo”

Sean Connery é a figura central de uma das sequências de "O Dia Mais Longo"

João Lopes

João Lopes

Crítico de Cinema

Foi um título marcante na evolução do chamado “filme de guerra”: lançado em 1962, “O Dia Mais Longo” é uma antologia de histórias tendo como pano de fundo o desembarque das tropas aliadas nas praias da Normandia, em 1944.

Para compreendermos o impacto original de um filme como “O Dia Mais Longo”, talvez seja importante recordar um dado muito simples. Ou seja, a sua data de lançamento: 1962. A Segunda Guerra Mundial tinha terminado apenas 17 anos antes, fazendo com que a maior parte dos espectadores que frequentavam as salas de cinema tivesse uma memória muito directa do período 1939-1945. Dito de outro modo: este é um filme sobre eventos ainda muito próximos, por assim dizer à procura da sua organização narrativa e simbólica.

Agora disponível nos circuitos do cabo, “O Dia Mais Longo” não será, por certo, uma das obras-primas do chamado “filme de guerra”. Sobre o mesmo contexto — o Dia D, 6 junho 1944, em que as tropas aliadas desembarcaram nas praias da Normandia — surgiriam produções claramente mais elaboradas (lembro apenas o exemplo de “O Resgate do Soldado Ryan”, que Steven Spielberg lançou em 1998). Seja como for, há nele a sedução de um registo “quase” jornalístico, no sentido em que não se trata tanto de construir uma narrativa linear centrada num grupo de personagens, mas sim de recordar o Dia D através de um “puzzle” de histórias mais ou menos autónomas, marcadas por algumas personagens admiráveis.

Essa pluralidade envolveu, aliás, a própria estratégia de filmagem. Assim, “O Dia Mais Longo” está assinado por três realizadores, cada um deles tendo dirigido os episódios com personagens de determinadas nacionalidades: Ken Annakin (franceses e britânicos), Andrew Marton (americanos) e Bernhard Wicki (alemães); os registos da época assinalam também o facto de o próprio produtor, o lendário Darryl F. Zanuck (1902-1979), ter também dirigido algumas sequências. Isto sem esquecermos, claro, a invulgar lista de nomes do elenco, incluindo Richard Burton, Sean Connery, Henry Fonda, Robert Mitchum, Rod Steiger, Robert Wagner e John Wayne.

TVCine