Opinião

Envio de dados de ativistas para Moscovo: "O caso é de facto extremamente grave"

Ricardo Costa sublinha a gravidade do caso, mas considera que não tem a consequência política da demissão do presidente da Câmara de Lisboa.

A partilha de dados pessoais de ativistas russos pela Câmara de Lisboa à Embaixada da Rússia "é de facto extremamente grave", considera Ricardo Costa.

O diretor de informação da SIC sublinha que o caso "mostra uma iliteracia no que toca a dados pessoais na administração pública" e e "a estupidez do procedimento burocrático ilegal que existia há décadas na administração pública", mas considera que, apesar de grave, não tem a consequência política da demissão do presidente da Câmara de Lisboa.