Análise

José Gomes Ferreira sobre o processo EDP: "Não me surpreende que tenha sido este o desfecho"

O presidente da energética foi suspenso de funções e vai ter de pagar uma caução de 2 milhões de euros.

O presidente da EDP foi hoje suspenso de funções no âmbito do processo das rendas excessivas da EDP. António Mexia vai ter de pagar uma caução de 2 milhões de euros.

Também o presidente da EDP Renováveis, João Manso Neto, foi suspenso e terá de pagar uma caução de 1 milhão de euros.

Mexia e Manso Neto estão proibidos de entrar na EDP e não podem estabelecer contacto entre si.

José Gomes Ferreira não ficou surpreendido com a decisão do Ministério Público. Considera que depois da investigação levada a cabo, era expectável que o desfecho fosse este.

"Não me surpreende que ao longo deste processo todo tenha havido uma investigação e que tenha sido este o desfecho. Aquilo que a investigação concluiu é apenas referente a uma pequena parte deste mercado. Há muitos outros capítulos que nem foram investigados", sublinha.