Análise

Festa do Avante!: "DGS só publica o relatório depois de um puxão de orelhas de Marcelo"

Análise de Bernardo Ferrão.

A Direção-Geral da Saúde divulgou esta segunda-feira o parecer técnico sobre a Festa do Avante!, que se vai realizar entre os dias 4 e 6 de outubro, na quinta da Atalaia, no Seixal.

Para Bernardo Ferrão, é lamentável tudo o que se está a passar com a Festa do Avante!, nomeadamente, o compasso de espera para a divulgação das diretrizes da DGS para a realização do evento, que obrigou o Presidente da República a "dar um murro na mesa".

Referiu ainda que é "um pouco desconcertante" ouvir Graça Freitas falar sobre os lugares no recinto. No documento, a DGS pediu lugares sentados para o público, mas o PCP diz que não consegue atender a essa recomendação. Na conferência de imprensa de hoje, Graça Frietas disse que a DGS aceita que as pessoas estejam sentadas em "cadeiras sem pernas".

DGS divulga normas para a Festa do Avante!

De acordo com o documento, no recinto só podem estar 16.563 pessoas e a venda de bebidas alcoólicas vai ser proibida a partir das 20:00 horas, com exceção à zona de restauração.

Em relação à normas de saúde, os participantes do evento devem garantir o distanciamento físico de dois metros entre pessoas, em todos os espaços do recinto, salvo se forem coabitantes.

Os acessos e corredores de circulação na Quinta da Atalaia devem ser de sentido único, com sinalética clara e visível, de forma a evitar o cruzamento de pessoas. Também a entrada no recinto deve estar organizada para que o tempo de espera seja reduzido.

Em relação ao público, segundo o parecer da DGS, os espaços destinados a espetáculos devem ser organizados com plateia, com lugares sentados.

"Os espaços destinados a espetáculos devem estar organizados em plateia, com lugares sentados, cumprindo a lotação e ocupação mencionadas neste parecer.", refere a autoridade de saúde.