Análise

Natal e Ano Novo: "Medidas de comportamento deviam ter sido assumidas pelo primeiro-ministro"

José Gomes Ferreira em análise no Jornal da Noite da SIC.

O primeiro-ministro explicitou este sábado que a estratégia do Governo foi prolongar as medidas de restrição até ao Natal, havendo depois uma menor intensidade nos dias 24, 25 de dezembro e 1 de janeiro, retomando depois o nível de limitações.

Em relação ao pacote de medidas anunciado, em que no Natal "se tenta proteger o valor da família, para se juntarem, e no Ano Novo é exatamente o contrário", José Gomes Ferreira diz "haver razoabilidade".

"O dano social de não se poderem reunir as famílias é um dano muito grande a considerar. Claro que há risco, por isso é que as medidas de comportamento, mesmo como recomendação, deviam ter sido assumidas pelo primeiro-ministro, nomeadamente no Natal."

José Gomes Ferreira considera que "é bom que haja reavaliação" no dia 18 de dezembro, porque poderá haver um retrocesso, "mas a tendência já é para decrescer, tanto em casos como em hospitalizações, por isso há alguma esperança".