Análise

“Não me revejo neste modelo de arbitragem e vou-me bater para que seja mudado”

Rui Santos

Rui Santos

Comentador SIC Notícias

Rui Santos diz que o setor da arbitragem tem de deixar de ser corporativista e aceitar que as coisas não estão bem e que é preciso mudar. O comentador da SIC diz que a arbitragem está muito longe de primar pela independência e protege sempre os mesmos.

  • O cartão amarelo que não se percebe 

    Opinião

    Despir a camisola aquando da celebração de um golo é proibido pelas leis de jogo. Penso que toda a gente sabe disso. Aliás, basta apenas que um qualquer jogador cubra a cabeça usando essa peça de equipamento para ser sancionado.

    Duarte Gomes