País

Évora e ilhas da Madeira e Terceira com risco muito elevado de exposição a UV

Cinco distritos mais a sul de Portugal continental e os arquipélagos da Madeira e Açores apresentam hoje um risco de exposição a radiação ultravioleta (UV) muito elevado, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Nesta situação estão os distritos de Portalegre, Setúbal, Évora, Beja e Faro, além das ilhas dos dois arquipélagos.

Lisboa, Santarém, Castelo Branco, Guarda, Viseu e Bragança apresentam um risco elevado, enquanto Leiria, Coimbra, Aveiro, Viana do Castelo e Vila Real têm um risco moderado.

Com risco baixo estão os distritos do Porto e Braga.

Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

No caso de risco moderado são aconselhados óculos de sol e protetor solar.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

O IPMA prevê para hoje, para o continente, uma diminuição gradual de nebulosidade ao longo do dia e aguaceiros no interior Norte e Centro durante a tarde. As temperaturas vão oscilar entre os 21 graus Celsius no Porto e os 20 em Castelo Branco, Évora e Beja.

Para os Açores aguarda-se períodos de céu muito nublado com boas abertas e possibilidade de aguaceiros fracos, mas apenas no grupo Ocidental. Os termómetros vão subir aos 26º em Ponta Delgada.

Na Madeira preveem-se períodos de céu muito nublado, aguaceiros, em geral fracos, nas vertentes norte e terras altas da ilha da Madeira, vento moderado, soprando por vezes forte com rajadas até 60 km/h, nas terras altas e no extremo leste da ilha da Madeira. No Funchal a temperatura chegará aos 27º.

Lusa

  • O tempo para hoje
    0:49

    Tempo

    Para esta 4ª feira, 30 de agosto de 2017 o IPMA prevê diminuição gradual de nebulosidade ao longo do dia. Aguaceiros no interior Norte e Centro durante a tarde.

  • Os tsunamis que arrasaram a Ásia em 2004 e 2011
    25:20