País

Duas das livrarias mais antigas do Porto fecham para dar lugar a negócios do turismo

Duas das livrarias mais antigas do Porto fecham para dar lugar a negócios do turismo

Duas dos alfarrabistas mais antigos do Porto vão fechar portas. João Soares recebeu ordem para abandonar a livraria que tem há 20 anos, na Rua das Flores. Já a livraria Sousa e Almeida vai fechar porque o edifício foi comprado por uma cadeia de hotéis de luxo. Os edifícios vão deste modo dar lugar a outros negócios, numa cidade que está cada vez mais voltada para o turismo.