País

Chuva na consoada e na noite de Natal

Dinuka Liyanawatte

Chuva fraca deverá surgir na véspera de Natal a Sul, litoral Centro e Grande Lisboa, enquanto a 25 de dezembro a precipitação será mais intensa no litoral Norte e Centro, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Nas previsões mais recentes para o dia da consoada, o IPMA regista precipitação no Sul do país e neblina ou nevoeiro matinal, precisando que os períodos de chuva fraca ou chuvisco no Algarve se irão estender a toda a região a partir do início da tarde. A temperatura mínima deverá subir.
No domingo, nas regiões Norte e Centro o céu deverá estar pouco nublado ou limpo, mas com aumento gradual de nebulosidade a partir da tarde e com possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca no litoral da região Centro no final do dia.
Nas regiões do interior haverá formação de geada e uma pequena subida da temperatura mínima no litoral da região Centro.
Na Grande Lisboa, um aumento da nebulosidade deverá ocorrer a partir do meio da manhã, existindo possibilidade de períodos de chuva fraca no final do dia.
Já no grande Porto, a perspetiva é de céu pouco nublado ou limpo, com aumento gradual de nebulosidade a partir do meio da tarde.
Para segunda-feira, dia de Natal, o IPMA prevê céu geralmente muito nublado, períodos de chuva fraca ou aguaceiros fracos, que deverão aumentar de intensidade e frequência a partir do final da tarde, especialmente no litoral Norte e Centro.
A neve deve surgir, a partir do final da tarde, nas zonas acima dos 1.400 metros.
Vento moderado a forte (30 a 45 km/h), por vezes com rajadas até 70 km/h é o esperado nas terras altas a partir da tarde.
A temperatura mínima deve subir ligeiramente e a temperatura máxima deve registar uma pequena descida.
Para hoje a previsão é de céu pouco nublado ou limpo, com neblina ou nevoeiro matinal, um aumento de nebulosidade no Algarve e formação de geada.