País

Ordem dos Enfermeiros acusa Ministério de semear o caos nas urgências

Ordem dos Enfermeiros acusa Ministério de semear o caos nas urgências

A Ordem dos Enfermeiros acusa o Ministério da Saúde de ter semeado o caos nas urgências hospitalares, no período entre o Natal e o Ano Novo. Períodos de espera superiores a 20 horas e ausência de controlo de infeções nas urgências de alguns hospitais são as principais queixas apontadas pela bastonária dos enfermeiros.

  • Ordem dos Médicos denuncia falta de meios humanos nas urgências
    0:38

    País

    A Ordem dos Médicos diz que há falta de profissionais nas urgências e apela ao Governo para reforçar as equipas durante o inverno. Dalila Veiga, do conselho regional do norte, concorda que neste momento já há vários hospitais com uma afluência de utentes caóticas, sobretudo por causa dos casos de gripe.

  • Normalizado atendimento nas urgências do hospital de Faro
    1:08

    País

    Desde sábado que a situação no Hospital de Faro, no Algarve, está normalizada. Esta manhã, apenas 13 doentes aguardavam atendimento. A direção das urgências reconhece a falta de médicos e enfermeiros para fazer face ao pico de afluência dos últimos dias, mas garante que o plano de contingência funcionou. 

  • Vem aí o calor...
    1:01