País

Processo contra Centeno causou incómodo entre magistrados

Processo contra Centeno causou incómodo entre magistrados

Os magistrados do Ministério Público estão inquietos com a sucessão de Joana Marques Vidal e dizem que não querem o regresso ao "tempo negro" de Pinto Monteiro. No congresso que terminou este sábado, na Madeira, falou-se do stress dos procuradores e foi notório o incómodo com o processo contra Mário Centeno.

  • "Ministério Público moveu-se a mando do Correio da Manhã"
    1:35

    País

    O comementador e jornalista Miguel Sousa Tavares acusa o Ministério Público de se ter movido a mando do Correio da Manhã no caso que envolvia Mário Centeno. Afirmou mesmo que as fugas de informação são feitas diretamente deste órgão do poder judicial para a publicação. Em resposta, o Procurador da República José Góis diz que poderá ter existido falta de bom-senso neste caso. Miguel Sousa Tavares classificou ainda a busca no Ministério das Finanças como um escândalo.

  • Procuradora considera que Mário Centeno não foi beneficiado
    1:14

    País

    A Procuradora-geral da República considera que Mário Centeno não foi alvo de qualquer tipo de proteccionismo no arquivamento do caso que envolvia o ministro das Finanças e alegados benefícios em troca de bilhetes para um jogo do Sport Lisboa e Benfica. Joana Marques Vidal diz que este, à semelhança de outros casos, deve ser alvo de reflexão por parte do Ministério Público.

  • Governo admite aumento de pressão sobre os hospitais

    Coronavírus

    No dia em que o balanço da Direção Geral de Saúde dá conta de 311 mortes e 11.730 casos de Covid-19 em Portugal, o Governo admite que aumentou a pressão sobre os hospitais. Esta segunda-feira, ficou ainda a saber-se que o País já tem um mapa de risco de infeção por coronavírus. Em Londres, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson está internado nos cuidados intensivos. Em Espanha, o número de óbitos desceu pelo quarto dia consecutivo. Já os Estados Unidos ultrapassaram as 10 mil mortes. A pandemia do novo coronavírus já matou, desde dezembro, 73.139 pessoas e infetou mais de 1,3 milhões em todo o mundo.

    SIC Notícias