País

Tribunal mantém penas máximas para arguidos da “Máfia de Braga”

Tribunal mantém penas máximas para arguidos da “Máfia de Braga”

O Tribunal da Relação do Porto manteve esta quarta-feira as penas de 25 anos de prisão aos principais arguidos do processo da chamada "Máfia de Braga", pelos crimes de sequestro, homicídio qualificado e profanação de cadáver.