País

Incêndio em armazém de tintas em Braga está circunscrito

Em atualização

Não há feridos a registar.

O incêndio propagou-se para uma oficina de automóveis ao lado do armazém de tintas. Nesta altura o fogo continua ativo, mas está controlado como explicou à SIC, João felgueira, Comandante dos Bombeiros Sapadores de Braga.

O incêndio que deflagrou esta manhã num armazém de tintas numa zona industrial de Braga está circunscrito. Não há feridos a registar.

No local estão deslocados homens e viaturas dos Sapadores de Braga e dos bombeiros voluntários de Braga, Amares, Póvoa de Lanhoso e Taipas.O incêndio deflagrou cerca das 07:25.

José Duarte, um trabalhador de uma empresa vizinha da fábrica de tintas descreve um cenário assustador e conta que ouviu várias explosões e as montras a estilhaçar.

Miguel Mota, repórter da SIC está a acompanhar os trabalhos dos bombeiros em Braga. Explica que a grande preocupação dos bombeiros foi evitar que as chamas alastrassem aos edifícios contíguos e bomba de gasolina.