País

NAV defende-se e espera que o relatório final mostre que atuou como devia 

NAV defende-se e espera que o relatório final mostre que atuou como devia 

Navegação Aérea de Portugal é acusada de ter feito contactos por iniciativa própria e comprometer buscas. 

A NAV, Navegação Aérea de Portugal espera que o relatório final conclua que a empresa atuou como devia. Como é habitual os helicópteros do INEM desaparecerem do radar naquela região, a Força Aérea não foi contatada, mas sim quem habitualmente fornecia informações sobre tripulações em lugar incógnito.