País

"A política não se pode fazer com base no telejornal", diz vice-presidente do Aliança

"A política não se pode fazer com base no telejornal", diz vice-presidente do Aliança

A direção do Aliança suspendeu Carlos Pinto, acusado dos crimes de peculato e prevaricação das funções, das funções de vice-presidente.

O vice-presidente do Aliança, suspenso há uma semana de todas as funções no partido, disse esta quarta-feira que não concorda com decisões tomadas com base em notícias.

Acusado de peculato, prevaricação e participação económica pelo Ministério Público, Carlos Pinto garantiu esta noite, na SIC Notícias, ter uma decisão do tribunal administrativo e fiscal de Castelo Branco que o defende.

Em causa, diz a acusação, está a construção de uma casa na Covilhã onde não era permitido e o pagamento de 50 mil euros em pareceres jurídicos utilizando fundos da autarquia que Pinto liderava na altura.

Por causa disto, Santana Lopes pediu aos membros do partido para entregarem o registo criminal, tendo já dado o exemplo.

  • Jovem desaparecido no Tejo
    0:54