País

Homem a quem o juiz Neto de Moura retirou pulseira eletrónica continua a ameaçar ex-mulher

Homem a quem o juiz Neto de Moura retirou pulseira eletrónica continua a ameaçar ex-mulher

Ministério Público abriu novo processo contra o agressor.

O Ministério Público abriu um novo processo e ofereceu à mulher um sistema eletrónico de defesa, conhecido como "botão de pânico".

O homem tinha sido condenado a três anos de prisão, com pena suspensa, e optou pela vigilância eletrónica para garantir a segurança da vítima. Dois meses depois, por decisão do juiz Neto de Moura, a pulseira eletrónica foi retirada.