País

Milhares de jovens trabalhadores manifestam-se em Lisboa contra a precariedade

JOSÉ SENA GOULÃO

Pedem estabilidade e emprego para a juventude.

Milhares de pessoas participaram esta quinta-feira na manifestação nacional de jovens trabalhadores convocada pela Interjovem/CGTP, em Lisboa, contra a precariedade.

A manifestação, que assinala o Dia Nacional da Juventude, arrancou do Rossio cerca das 15:00 rumo à Assembleia da República, em São Bento, onde os manifestantes chegaram perto das 16:30.

Pela estabilidade e direito à contratação

"É preciso que isto mude! Emprego para a Juventude" e "direito à contratação está na Constituição" foram algumas das palavras de ordem dos manifestantes que envergavam faixas e cartazes onde se lia "queremos estabilidade" ou "não à desregularização dos horários, os trabalhadores não são máquinas".

Frente à Assembleia da República, os jovens trabalhadores da CGTP aprovaram uma resolução na qual prometem marcar presença na manifestação nacional da intersindical agendada para dia 11 de abril a exigir o chumbo das alterações ao Código do Trabalho.

Arménio Carlos pede fim dos vínculos precários

O secretário-geral da CGTP juntou-se à manifestação, dizendo que está na altura do Governo acabar com os vínculos precários.

Com Lusa

  • Votar? É mais praia...
    2:43

    Europeias 2019

    Em dia de eleições e calor intenso, a praia da região urbana de Carcavelos esteve muito concorrida, com os respetivos engarrafamentos na Avenida Marginal na ida e no regresso. E com os depoimentos dos veraneantes a merecer reflexão.