País

"EDP tornou-se uma arma de arremesso na batalha política"

"EDP tornou-se uma arma de arremesso na batalha política"

Luís Amado considera que o caso das rendas excessivas está a desgastar a imagem da EDP.

O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da elétrica nacional descarta o cenário de perseguição, mas admite que a EDP tem sido utilizada como uma arma de arremesso, sobretudo na batalha política eleitoral.