País

Menino português morre vítima de disparo acidental em Espanha

Família portuguesa estava a passar férias, na casa de uns amigos.

Uma criança portuguesa de 11 anos morreu após o disparo acidental de uma espingarda, na localidade de Coín, em Espanha.

O La Opinión de Málaga avança que a família portuguesa estava na localidade espanhola a passar férias, na casa de uns amigos.

Em declarações à agência EFE, o autarca de Coín explicou que incidente aconteceu quando a criança estava a brincar com o irmão, de 8 anos, com uma espingarda de ar comprimido, quando esta disparou e atingiu o menino.

A Guarda Civil deteve o dono da espingarda, suspeito de homicídio involuntário por não ter retirado a arma do alcance das crianças. O homem acabou por ser libertado e ficará à espera da conclusão da investigação em liberdade.

As autoridades foram chamadas pouco antes das 22:50 (hora local) de quarta-feira à noite. A primeira de várias chamadas dava conta de uma criança ferida pelo disparo de uma espingarda.

Para o local foram enviados membros da Guarda Civil, a polícia local e a Empresa Pública de Emergências, que confirmaram a morte do menor. De acordo as autoridades, tudo aponta para que se trate de um disparo acidental.

  • Carro de Santana Lopes não tinha seguro?
    1:44