País

Chefe da polícia acusado de vender boxes piratas

Chefe da polícia acusado de vender boxes piratas

Agente da PSP é acusado de acesso ilegítimo, detenção e venda de dispositivos ilícitos, usurpação de direitos de autor e direitos conexos.

Um chefe da polícia é acusado de vender boxes piratas de acesso a televisão por cabo. O polícia de 59 anos foi detido em dezembro de 2013 e vai agora a julgamento.