País

GNR avança com queixa em tribunal contra Pingo Doce de Armação de Pêra

GNR avança com queixa em tribunal contra Pingo Doce de Armação de Pêra

Supermercado violou edital camarário e desobedeceu à ordem de encerramento dada pela GNR.

O Pingo Doce de Armação de Pêra vai ser autuado por infração de edital camarário e alvo de participação ao tribunal por crime de desobediência à ordem de encerramento dada pela GNR.

O supermercado, violando uma proibição da autarquia de Silves, esteve a funcionar durante este 1º de Maio. O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal foi quem chamou as autoridades.