País

PJ extradita para Portugal dois suspeitos de homicídio

Homens suspeitos de crimes de homicídio encontravam-se no Panamá e na Noruega.

A Polícia Judiciária anunciou esta terça-feira que "concretizou operacionalmente" o processo de extradição para Portugal de dois homens suspeitos de crimes de homicídio, que se encontravam no Panamá e na Noruega.

Num comunicado hoje divulgado, a Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, da PJ, explica que um dos extraditados, de 25 anos, é suspeito do homicídio consumado, em junho do ano passado, em Lisboa, de um outro homem, de 58 anos, com quem mantinha uma relação pessoal.

Após o alegado homicídio, pôs-se em fuga para o Panamá, onde veio a ser localizado e detido, sendo depois ouvido em primeiro interrogatório judicial e ficado sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

O segundo extraditado, de 48 anos, é o presumível autor de uma tentativa de homicídio de um homem de 53 anos, ocorrido no interior de uma embarcação mercante com pavilhão português, em agosto de 2018, adianta a PJ.

Tendo sido emitido mandado de detenção internacional, o suspeito veio a ser localizado e detido na Noruega, para onde havia fugido.

O detido será ainda presente a primeiro interrogatório judicial, no qual será submetido à aplicação das medidas de coação processual adequadas.

Lusa