País

GNR investiga militares que obrigaram prostituta a fazer continência

Vídeo do momento foi partilhados nas redes sociais.

A GNR está a investigar a atuação de dois militares que terão obrigado uma prostituta a fazer continência.

A GNR diz que não se revê, nem tolera este tipo de condutas. Esclarece ainda que está a tentar identificar os militares em causa, assim como o local e o dia em que tudo ocorreu.

No vídeo, gravado por um dos militares e partilhado nas redes sociais, ouve-se um dos guardas a perguntar à mulher se o trabalho está a correr bem, pedindo-lhe no fim para fazer continência.