País

"Não é necessário deter ninguém para um crime desta natureza"

"Não é necessário deter ninguém para um crime desta natureza"

Nuno Cerejeira Namora, advogado de Miguel Costa Gomes, falou no âmbito da Operação Teia. 

Os quatro detidos no âmbito da Operação Teia deixaram o Tribunal de Instrução Criminal do Porto passavam poucos minutos das 23:00 desta quinta-feira, quando os advogados terminaram de consultar os processos. Foram apenas identificados e os interrogatórios só começam esta sexta-feira.

A garantia dos advogados é de que todos os arguidos vão responder às perguntas do juiz de instrução.

O advogado Nuno Cerejeira Namora insiste que a detenção é exagerada e acredita que os detidos vão ficar com termo de identidade e residência, a medida de coação menos gravosa.

A Operação Teia investiga suspeitas de corrupção, tráfico de influência e participação económica em negócio.