País

Operação Teia: Dois arguidos em prisão domiciliária e dois pagaram caução

Operação Teia: Dois arguidos em prisão domiciliária e dois pagaram caução

Foram conhecidas as medidas de coação para os restantes três suspeitos de corrupção na Operação Teia.

O presidente da Câmara de Barcelos e a mulher do autarca de Santo Tirso ficaram em prisão domiciliária. Quanto ao presidente da CM de Santo Tirso, saiu em liberdade depois de pagar uma caução de 40 mil euros.

São suspeitos de participar numa rede para beneficiar famílias e o aparelho do PS, que também envolverá o presidente do IPO do Porto.

  • Mourinho procura clube e rejeita, para já, treinar seleções
    7:14
  • Como não gastar dinheiro com os números começados por 707
    6:46