País

Prestadores de cuidados de saúde na prisão de Coimbra com salários em atraso

Prestadores de cuidados de saúde na prisão de Coimbra com salários em atraso

Empresa de trabalho temporário desapareceu e não pagou dois salários.

Os trabalhadores que prestam cuidados de saúde na prisão de Coimbra ficaram sem dois meses de salário de 2018 depois da empresa que os contratou ter desaparecido. A mesma situação terá acontecido em vários estabelecimentos prisionais por todo o país.

  • “Entregues à Sorte” – Primeiro episódio
    30:41