País

Mulheres grávidas do distrito de Beja obrigadas a fazer 80 km para dar à luz

A viagem tem que ser feita pelos próprios meios e sem assistência médica.

As mulheres grávidas do distrito de Beja estão a ser obrigadas a dar à luz em Évora. A viagem de mais de 80 quilómetros tem que ser feita pelos próprios meios e sem assistência médica.

Em causa está a falta de médicos no Serviço de Urgência de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Beja, situação que se mantém desde as 8h00 deste domingo e que se vai prolongar até às 8h00 de segunda-feira.

É a quarta vez este ano que a situação acontece no Hospital José Joaquim Fernandes.

  • Olhá Festa em Pinhel
    11:51