País

O pedido da Direção-geral da Saúde

Stringer .

O pedido foi feito à margem da apresentação do plano "Juntos Por um Verão Seguro 2019".

A diretora-geral da Saúde apelou hoje para que as populações evitem comportamentos de risco e tomem medidas preventivas em situações extremas de calor, de forma a não colocarem a saúde em perigo.

"É essencial que as pessoas assumam comportamentos preventivos em condições meteorológicas extremas, ondas de calor, e evitem comportamentos de risco, nomeadamente, durante o período de férias", disse à Lusa Graça Freitas à margem da apresentação do plano "Juntos Por um Verão Seguro 2019", em Monchique, no Algarve.

Segundo a responsável pela Direção-geral da Saúde (DGS), o Plano de Contingência de Saúde para o verão, que decorre desde 01 de maio até 30 de setembro, "pretende, acima de tudo, informar as populações das medidas necessárias para evitarem colocar a saúde em perigo".

"As pessoas, principalmente as crianças e os mais idosos, devem manter-se informadas, acima de tudo, hidratadas, para evitarem problemas na saúde", sublinhou.

Na opinião de Graça Freitas, no período das férias de verão, aquele em que as pessoas estão mais descontraídas, "existem mais comportamentos de risco, que é preciso evitar para diminuir o número de acidentes".

"As mortes por afogamento são uma preocupação para nós e estão muito associadas ao verão, principalmente no Algarve, mas o consumo de produtos nocivos é também olhado por nós como muita atenção", referiu a diretora-geral da Saúde, acrescentando que "o consumo de álcool e outras substâncias deve ser moderado e evitado".

Graça Freitas referiu que os organismos nacionais ligados à saúde, em articulação com os regionais e locais, estão preparados para "dar resposta ao plano de contingência traçado, embora exista alguma preocupação com a resposta da capacidade dos serviços em determinadas zonas, devido ao aumento da população sazonal".

"É bom termos muitos turistas e muitos estrangeiros, mas temos que perceber que vamos ter zonas que habitualmente não recebiam muitas pessoas, mas que agora recebem. São mais problemas e novos problemas de saúde", indicou.

A diretora-geral da Saúde deslocou-se hoje a Monchique, onde participou ao início da tarde numa demonstração de "showcooking", integrado no Programa Nacional para a Alimentação Saudável, e presidiu à sessão de apresentação do Plano de Contingência da Saúde Sazonal - Módulo Verão 2019.

Lusa.