País

Instituto apela à dádiva de sangue no Dia Mundial do Dador

REUTERS

Dia Mundial do Dador comemora-se a 14 de junho, esta sexta feira.

O Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) apelou esta quarta-feira aos portugueses para assinalarem o Dia Mundial do Dador de Sangue, que se comemora na sexta-feira, com uma "dádiva de sangue".

"A efeméride pode ser assinalada de forma singela mas com muito significado, com uma dádiva de sangue", afirma o IPST em comunicado, lembrando que a autossuficiência em componentes sanguíneos é essencial para "uma boa prestação de cuidados de saúde".

Lançado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o mote da campanha deste ano do Dia Mundial do Dador de Sangue, que se assinala na sexta-feira, é "Sangue seguro para todos" e visa agradecer aos dadores e reconhecer este "gesto ímpar de solidariedade".

Nesse sentido, o Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST) agradece "a todos aqueles que ao longo deste ano, através das suas dádivas voluntárias e altruístas de sangue ajudaram a salvar vidas".

A data visa também "consciencializar toda a população saudável, entre os 18 e os 65 anos, para a necessidade de dádivas regulares, que permitam a todos receber os componentes sanguíneos de que necessitam, quando e onde precisam", refere o instituto.

Na sexta-feira, os dadores podem dirigir-se aos Centros de Sangue e Transplantação de Lisboa, Porto e Coimbra, das 08:00 às 19:30, ou aos serviços hospitalares com serviço de colheita, bem como nas diversas sessões móveis de colheita que se realizam em todo o país.

Pode obter mais informação no site do Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

Lusa

  • É necessário ter mais jovens a dar sangue
    1:32

    País

    Esta manhã passaram pelo Centro de Sangue e da Transplantação do Porto algumas dezenas de pessoas para doar sangue. O diretor deste centro sublinha a importância das dádivas entre os mais jovens. Meia hora é quanto basta para salvar a vida de três pessoas. Ser maior de idade, saudável e pesar mais de 50 quilos são os requisitos mínimos para dar sangue. No ano passado, houve mais de 200 mil pessoas que fizeram este gesto.

  • Mourinho procura clube e rejeita, para já, treinar seleções
    7:14